SPED fiscal

SPED fiscal: o que é e sua importância para empresas?

Criado para facilitar o cumprimento de obrigações fiscais e diminuir a burocracia, o SPED fiscal ajuda as empresas a se manterem em conformidade com as legislações e os órgãos reguladores. Afinal, a partir deste sistema, é possível tornar a emissão de informações para a Receita Federal mais rápida e eficiente.

Basicamente, sua função é transmitir as informações fiscais e contábeis dos negócios ao fisco. Isso acontece por meio de uma certificação digital com validade jurídica, representando a assinatura dos documentos eletrônicos e garantindo a autenticidade e integridade dos dados transmitidos.

Então, com o Sistema Público de Escrituração Digital, os gestores podem transmitir os arquivos digitais e evitar multas por atrasos no envio de informações ou falta de documentação adequada.

Mas como funciona o SPED fiscal na prática? Vamos ver a seguir neste conteúdo e conhecer também suas vantagens para as organizações, contribuindo para a rotina empresarial. Continue a leitura!

O que é o SPED Fiscal?

Instituído no Brasil em 2007, pelo Decreto nº 6.022, o SPED integra as três esferas de fiscalização governamental (federal, estadual e municipal) e conta com 12 módulos de atuação, em que se encontra o SPED Fiscal propriamente dito. Confira a lista:

  • CT-e: Conhecimento de Transporte Eletrônico;
  • ECD: Escrituração Contábil Digital;
  • ECF: Escrituração Contábil Fiscal;
  • EFD: Escrituração Fiscal Digital;
  • EFD Contribuições: Escrituração Fiscal Digital de Contribuições para o PIS e Cofins;
  • EFD-ReInf: Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais;
  • e-Financeira: Escrituração Fiscal Digital para Instituições Financeiras;
  • e-Social: Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas;
  • MDFe: Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos;
  • NFC-e: Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica;
  • NF-e: Nota Fiscal Eletrônica;
  • NFS-e: Nota Fiscal de Serviço Eletrônica.

Com o SPED completo, os gestores podem integrar e unificar todos os processos em um só sistema. Além disso, também conseguem atender às exigências da Secretaria da Receita Federal e as administrações tributárias dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Qual a importância do SPED Fiscal para as empresas?

Obviamente, o SPED Fiscal é uma atividade obrigatória para as organizações, mas pode representar a modernização de processos e o cumprimento das obrigações fiscais, minimizando erros nos regimes tributários e diminuindo os riscos jurídicos

Dessa forma, os gestores conseguem ter uma visão mais ampla e detalhada das movimentações da empresa e melhorar o controle da administração tributária. 

Além disso, a utilização do sistema digital proporciona diversas vantagens, como por exemplo:

Aumento da agilidade: com todo o processo digital, é muito mais fácil, dinâmica e assertiva a validação das informações enviadas.

Redução de fraudes contra a empresa: com a assinatura digital, é possível assegurar a validade jurídica e eliminar qualquer chance de fraude.

Maior precisão: como já mencionamos, o SPED acaba com as falhas vindas dos processos manuais, eliminando problemas como dados incorretos, informações desencontradas e, consequentemente, retrabalhos.

Adequação às exigências legais: o SPED garante essa adequação, assim como proporciona o cruzamento dos dados contábeis e fiscais e permite a consulta às informações validadas pelos órgãos públicos.

Eliminação de papel: é o fim dos custos com emissão e armazenamento de documentos em formato físico.

Facilitação de auditorias: com toda a padronização promovida pelos processos via SPED fiscal, as auditorias fiscais nas empresas se tornam mais simples e rápidas.

Economia: no final, todas as vantagens proporcionadas pelo SPED garantem grande redução de custos, seja com a impressão e o envio de documentos, a menor necessidade de auditorias, a diminuição de erros, a maior automação de processos e a disponibilidade de funcionários para atuação mais estratégica.

Como um software fiscal pode ajudar a sua empresa

Com as leis tributárias em atualização e mudança contínua, as empresas devem ficar de olho nas normas vigentes para garantir o preenchimento correto do SPED Fiscal e demais obrigações. 

Isso porque um dado desatualizado ou uma informação inconsistente pode gerar graves problemas, como multas, autuações e investigações de fraudes.

Então, ao implementar um software fiscal sempre atualizado conforme as regras fiscais e tributárias, é possível minimizar os riscos de erros e garantir maior segurança na escrituração digital dos documentos.

Conte com a GSF Fiscal

Além de todos os benefícios de realizar o SPED fiscal, as empresas podem obter ainda mais vantagens com o apoio de um parceiro como a GSF Fiscal

Empresa brasileira com mais de 25 anos de experiência em software fiscal, a GSF Fiscal tem objetivo de proporcionar uma experiência fácil e prática, combinando a expertise de serviços especializados com um sistema de inteligência e flexibilidade para pequenas, médias e grandes empresas. 

O nosso software fiscal atende a todas as necessidades fiscais/tributárias federais, estaduais e municipais com o intuito de promover a excelência baseada nas legislações. 

Vale destacar que nosso software é completo e modular, inclusive com o módulo de SPEDs e obrigações acessórias desenvolvido pensando na integridade e segurança das informações atendendo a nível Brasil. Assim, promovemos a geração de todos os arquivos magnéticos como:

SPEDs: EFD Fiscal, EFD Contribuições, ECD Contábil, ECF;

Federais: REINF, eSOCIAL, DCTF, PER/DCOMP, IPI, entre outras;

Estaduais: ICMS, ICMS ST, GIA, GIA ST e outras;

Municipais: ISS, GISS Tomador e outras.

Quer saber mais? Entre em contato com nosso time de especialistas agora mesmo e tenha o melhor software fiscal para atender às suas necessidades!

Baixe nosso ebook agora mesmo e saiba tudo sobre as Boas Práticas para Conformidade Fiscal e Tributária.

Deixe uma resposta