emissão de nota fiscal

Como escolher o melhor software para emissão de nota fiscal

A nota fiscal é obrigatória em todas as negociações de serviços e de produtos. Ou seja, é fundamental para as empresas de todos os portes e segmentos funcionarem de maneira adequada em conformidade com as regras. No entanto, fazer este processo manualmente gasta muito tempo e pode incorrer em erros. Por isso, o software para emissão de nota fiscal é uma ferramenta valiosa para os negócios.

Com a solução, é possível otimizar os procedimentos de emissão de nota fiscal eletrônica e demais documentos eletrônicos. 

Como resultado, os gestores eliminam falhas, garantem informações corretas, enviam as notas aos órgãos reguladores dentro do prazo e evitam penalidades legais por não fornecerem o documento aos clientes.

Mas escolher o melhor sistema a fim dei proporcionar todos esses benefícios não é uma tarefa fácil. Então, neste texto, vamos falar sobre os riscos de não emitir a nota, a importância de usar a tecnologia e como decidir pelo software ideal. Continue a leitura!

Obrigatoriedade da nota fiscal

A nota fiscal é uma forma de comprovar todas as operações comerciais das empresas. E não emiti-la constitui até crime, segundo a Lei nº 8.137, de 1990. No artigo 1º, está o seguinte:

“Constitui crime contra a ordem tributária […] negar ou deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa à venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada, ou fornecê-la em desacordo com a legislação.”

Vale destacar que o documento é responsável por registrar a transação comercial de um bem ou serviço e recolher os impostos relativos, seja na esfera municipal, estadual ou federal. Nele, devem constar dados como descrição do produto ou serviço, custo, informações sobre quem adquiriu e quem vendeu, entre outros.

Então, a nota fiscal serve para garantir os direitos dos clientes, evitar sonegações e até ajudar na gestão financeira das empresas, podendo ser requisitada em fiscalizações de auditores da Receita Federal ou até por denúncia de consumidores. 

Ao deixar de emiti-la ou não apresentá-la aos fiscais por perda ou extravio, os gestores podem sofrer inúmeras penalidades, como:

  • Multas entre 10% e 100% sobre o valor de cada nota contestada.
  • Pena de reclusão de 2 a 5 anos por omissão de dados e sonegação.

Além disso, as empresas ainda podem ter outros problemas, como perda de garantia junto a fornecedores, danos à imagem da marca perante os clientes, colaboradores e o mercado e dificuldade para obtenção de crédito em instituições bancárias.

Importância da tecnologia para emissão de nota fiscal

Se antigamente a nota fiscal só era emitida em papéis, desde 2007, com a instituição do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) pelo Decreto Nº6.022, o documento começou a ser feito de maneira eletrônica pelas organizações. E, pouco a pouco, foi se tornando obrigatório a todas as corporações e segmentos.

A partir daí, as empresas passaram a obter vantagens importantes com o processo digital para emissão da NF-e, reduzindo custos, melhorando o controle de vendas e facilitando a conformidade legal. 

Mas, para usufruir desses aspectos positivos, os gestores precisam saber como emitir a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). Segue um passo a passo básico:

  • Manter o CNPJ válido;
  • Realizar o cadastro na Secretaria da Fazenda (Sefaz) do seu estado;
  • Solicitar um Certificado Digital;
  • Implementar um software para emissão de nota fiscal.

Benefícios do software para emissão de nota fiscal

Além de ser necessária para gerar a nota fiscal eletrônica, a solução garante benefícios importantes para a equipe, a gestão e a empresa como um todo. Confira:

  • Ganho de tempo na emissão de documentos;
  • Aumento da produtividade da equipe;
  • Melhora no fluxo de trabalho;
  • Maior rapidez na validação e liberação da NF-e;
  • Lançamento correto dos valores, sem erros e retrabalhos;
  • Garantia de emissão do documento, já que não há o risco de esquecer;
  • Maior facilidade no envio da NF-e para os consumidores;
  • Gestão financeira mais eficiente;
  • Cumprimento das regulamentações.

5 dicas para escolher o software para emissão de nota fiscal

Após conhecer as necessidades de ter um software para emissão de nota fiscal, é importante decidir pela melhor ferramenta disponível para o seu negócio. Afinal, não se deve escolher apenas pelo preço do sistema. Este é um item relevante, mas não o único. Vamos ver outros requisitos:

1. Respeito à legislação

Pode parecer um aspecto básico, mas é essencial que a solução escolhida seja adequada à legislação. Vale lembrar que existem normas federais, estaduais e municipais a serem respeitadas para diferentes tipos de emissão de nota fiscal.

Não se esqueça também de fazer o credenciamento da empresa na Secretaria da Fazenda para a emissão da nota ter reconhecimento legal.

2. Automação e integração

Um sistema automatizado promove maior rapidez e eficiência na emissão e consulta de notas, facilitando a gestão, diminuindo a burocracia e atendendo à demanda. Além disso, a integração com os meios de pagamento utilizados na empresa também colabora para dar maior celeridade ao processo.

3. Segurança

O software para emissão de nota fiscal lida com dados sensíveis dos clientes e dos negócios. Por isso, é importante ter máxima proteção nas informações armazenadas com certificados digitais realmente seguros contra ciberataques e violações. Até porque o certificado é o responsável por confirmar a autenticidade do documento e validar a nota fiscal.

E, para manter as informações dos consumidores, como CPF e número do cartão, seguras, vale a pena ter protocolos de criptografia no sistema.

4. Estabilidade

Outro ponto na avaliação do software é a estabilidade. Afinal, qualquer lentidão no sistema pode prejudicar a emissão da nota fiscal e até fazer o cliente desistir de uma compra.

Também é importante que a ferramenta faça a emissão de notas em contingência, mesmo que haja falhas de comunicação e transmissão com o site da Secretaria da Fazenda.

5. Qualidade no atendimento e suporte ágil

Não basta ter as melhores funcionalidades. O software também precisa contar com um atendimento de qualidade para fornecer uma comunicação sem ruídos em quaisquer canais de contato, seja telefone, e-mail, chatbot e outros.

Da mesma forma, o suporte deve ser ágil e eficiente para auxiliar em caso de problemas técnicos, resolvendo as questões. Por fim, não se esqueça de optar por um fornecedor que garanta o software atualizado com as mudanças nas exigências fiscais.

Conheça o software fiscal da GSF Fiscal

O melhor software para emissão de nota fiscal é a solução da GSF Fiscal. Nosso sistema tem a capacidade para atender todo o território nacional baseado nas conformidades de leis federais, estaduais e municipais, regimes especiais, diferenciais de alíquotas e redução de base de cálculo.

Temos um produto completo, seguro e modular para sua empresa, com personalização de acordo com as suas demandas. Além das funcionalidades de mercado, a GSF Fiscal ainda oferece os seguintes diferenciais: 

  • Plataforma única com diversas funcionalidades
  • Sistema de BI integrado
  • Adequado para acesso mobile
  • Fácil e intuitivo de usar
  • Possui APIs abertas para integração
  • Preço competitivo: 30% mais barato que a concorrência
  • Rápida implementação
  • Gera todos os documentos eletrônicos (NF-e, NFS-e, CTE, REINF e outros)

Quer saber mais? Acesse agora mesmo o nosso site e fale conosco!

Baixe nosso ebook agora mesmo e saiba tudo sobre as Boas Práticas para Conformidade Fiscal e Tributária.

Deixe uma resposta